Alunos de escola municipal de Cambé reduzem desperdício de alimento

Experiência dos alunos do quarto ano da Escola Municipal Jacídio Correia, de Cambé, está colhendo resultados surpreendentes. Eles iniciaram a pesagem dos alimentos descartados nos intervalos de recreio. Os números colhidos são colocados em um gráfico, exposto perto da cantina da escola.

No início do levantamento, a quantidade de desperdício de alimentos, a cada intervalo, variava de 5 quilos a 9 quilos. A média alcançada após iniciada a pesquisa caiu agora para 1 quilo a 2 quilos de desperdício.

O experimento, que no começo envolvia as turmas do quarto ano, atualmente mobiliza toda a escola. Alunos, funcionários e professores participam. Em breve, a experiência será relatada aos pais.

Luci Mara Toré Gomes é a diretora da escola. A coordenadora pedagógica é Juliana Dias. Evelize Rafaela Lizotti Breganó e Cláudia Regina Lara Estevão são professoras de matemática. Carina Oliveira Joanussi e Katia Regina Ramos de Carvalho de Souza são professoras de português. Esta equipe produziu inclusive um jornalzinho sobre o experimento.

A escola tem cerca de 500 alunos de seis a 11 anos de idade. O quadro de professores e funcionários é de 43 profissionais. A redução do desperdício, conforme esclarecem, é resultado de uma mudança de postura a partir do envolvimento de cada participante no experimento.

A cada intervalo de recreio, as merendeiras Maria José e Maria Lucia preparam um prato de apresentação com o cardápio do dia e a quantidade adequada de alimento. Antes os pratos eram preparados pelas merenderias. Agora os próprios escolares fazem os seus, com base no prato de apresentação.

Dois recipientes estão disponíveis, um para os restos de alimentos e outros para as cascas de frutas. Segundo as professoras, os próprios coleguinhas se preocupam quando alguém deixa muita sobra no prato.

A iniciativa da Escola Jacídio Correia é parte de ação desenvolvida desde 2016 por nutricionistas do Programa de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação de Cambé.

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO NA PRÓXIMA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL NOSSA CIDADE.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: