Copel investirá R$ 70 milhões em projetos para armazenar energia

COPEL

A Copel investirá R$ 70 milhões nos próximos quatro anos em pesquisa de novas tecnologias para armazenar energia. O investimento se divide em sete diferentes projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) inscritos pela Copel na Chamada 021/2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A execução começa ainda em maio.

Os projetos buscam soluções inovadoras para otimizar a operação das “redes inteligentes” (smart grids), que combinam tecnologias de distribuição de energia e telecomunicações a fim de evitar interrupções no fornecimento de energia e possibilitar seu gerenciamento pelos consumidores.

“São projetos que apontam para o futuro imediato do setor elétrico”, afirma o presidente da Copel, Antonio Guetter. “Atualmente, já é possível gerar energia em sua própria casa, mas logo os consumidores terão também a possibilidade de gerenciar melhor seu consumo e auxiliar no equilíbrio do sistema elétrico como um todo, vendendo a energia gerada em excesso para a distribuidora, que disporá de modernos e complexos sistemas de armazenamento para estabilizar essa operação conjunta”.

Ao todo foram aprovados 23 projetos com propostas de arranjos técnicos e comerciais para inserir sistemas de armazenamento de energia no setor elétrico brasileiro, o que significa que 30% dos projetos sobre o tema estão sob responsabilidade da Copel. (AEN)

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA.

Uma resposta para “Copel investirá R$ 70 milhões em projetos para armazenar energia”

  1. Ernesto Chega a Vara disse:

    Bem que a Copel poderia atuar na energia Eólica e acatar a sugestão da “Presidenta” Dilma e ensacar o Vento para armazenar energia ! kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *