Presidente e vice da Câmara têm contas de campanha reprovadas pela Justiça




paulo soares - zezinho da racao

As contas da campanha eleitoral de 2016 do presidente da Câmara Municipal de Cambé, Paulo Soares Nora, foram julgadas irregulares pelo juiz eleitoral Ricardo Luiz Gorla. As irregularidades deverão ser apuradas também pelo Ministério Público para constatar se foi cometido crime eleitoral.

Entre as principais questões consideradas como ilícitas pela Justiça estão a apresentação de ao menos dois contratos para comprovação da mesma receita, oriunda de serviços voluntários prestados à sua candidatura.

Outra questão, ainda mais complicada, foi a constatação de indícios de eventual prática de ilícito eleitoral, decorrente de falsificação do conteúdo de documentos apresentados à justiça especializada, que poderá vir a ser apurado pela via própria pelo Ministério Público Eleitoral, conforme diz a sentença publicada pela Justiça.

Todos os argumentos apresentados pela defesa do vereador ao Juiz de primeiro grau foram julgados como improcedentes. Cabe ainda recurso da decisão do juiz Ricardo Luiz Gorla, o qual poderá ser encaminhado para Curitiba.

VICE PRESIDENTE TAMBÉM TEM CONTA REPROVADA –  O juiz Ricardo Luiz Gorla também reprovou as contas do vice presidente da Câmara, José Carlos de Camargo, o Zezinho da Ração. No despacho o juiz alegou graves irregularidades constatadas nos registros contábeis.

O vereador também foi condenado a devolver aos cofres da União, recursos de R$ 8.000 oriundos do Fundo Partidário e também de R$ 1.600 que não tiveram a origem identificada. Além disso, Zezinho ainda recebeu uma multa eleitoral de R$ 2.468 por ter extrapolado o limite de gastos estipulado pelo TRE para o cargo de vereador, que era de pouco mais de R$ 41 mil. Todos os valores deveriam ser recolhidos até o dia 21 de dezembro de 2016.

Sobre a desaprovação das contas ainda cabem recursos.

COMPARTILHE ESTA MATÉRIA.




4 respostas para “Presidente e vice da Câmara têm contas de campanha reprovadas pela Justiça”

  1. José Olímpio de Almeida disse:

    Me respondam uma coisa, mesmo com contas reprovadas esses vereadores podem continuar no cargo ?
    Eles não deveriam ser caçados ?
    o Vereador Paulo Soares tem ilícito eleitoral ? o que ele teria aprontado ?
    Perguntas e perguntas que ficam sem respostas por enquanto.
    Ainda bem que existe a imprensa que pode nos informar sobre essas coisas que ficam por trás dos balcões da justiça.
    Seria bom esse vereadores virem a público explicarem o que fizeram, se é que isso tem explicação.

  2. […] lendo o jornal Nossa Cidade, de Cambé, e lá está estampado que o presidente da Câmara, Paulo Soares (PTB) e o vice José […]

  3. Boca Alerta disse:

    Sr. José Olimpio, estas perguntas tem resposta sim, eu entrei no site oficial do TRE e ví a decisão do juiz. O Paulo Soares , além de irregularidades nas contas bancária, apresentou recibos com assinaturas falsas, o que caracteriza crime eleitoral. O José Carlos Camargo também tem problemas nas contas bancárias. Ele recebeu um dinheiro do partido que era para a campanha de todos os vereadores do partido e depositou o dinheiro todo na conta dele. Pelo jeito a coisa não está boa para esse dois vereadores. Vai ser difícil explicar para o povo e para a justiça.

  4. Hernesto Chega a Vara disse:

    Haja papel higiênico prá limpar toda esta cagada que os dois fizeram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *