Procura pela vacina da febre amarela aumenta em Cambé

A procura pela vacina da febre amarela aumentou em Cambé. De acordo com a Secretaria de Saúde, do dia 1 ao dia 29 de janeiro deste ano, já foram aplicadas 537 doses iniciais da vacina, enquanto, no mesmo período do ano passado foram aplicadas 347. “As pessoas que estão procurando pela vacina são moradores de São Paulo que viajaram para Cambé, por conta do período de férias de fim de ano, após o surto no estado vizinho”, explicou a enfermeira responsável pela Secretaria, Lucélia Sakata.

De acordo com Sakata, a vacina contra a febre amarela está no calendário de imunização do Paraná desde 1998. O calendário prevê dose única às pessoas a partir dos nove meses até 59 anos de idade. Viajantes e turistas que nunca tomaram a vacina e vão passar ou visitar as áreas de risco, devem tomar a vacina com 10 dias de antecedência da viagem.

Restrições

Pessoas acima de 60 anos, gestantes e lactantes, e pessoas portadoras do vírus do HIV que não apresentem imunodeficiência grave podem receber a vacina sob prescrição médica.  Pessoas com doenças oncológicas ou em tratamento (quimio e/ou radioterapia), transplantados, alérgicos à ovo e pessoas que fazem uso contínuo de corticoides não podem tomar a vacina.

Sintomas

Os sintomas da febre amarela são muito similares ao da dengue: dores de cabeça, febre, perda de apetite, náusea, vômito e dores musculares, especialmente nas costas. Em casos mais graves, pode apresentar sangramento no nariz, na boca e nos olhos, dores abdominais e urina escura. Sob qualquer um desses sintomas, a pessoa deve procurar assistência médica, na unidade de saúde mais próxima de sua casa.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: